Reduza os custos do Restaurante, mas não a qualidade

goomer - custos do restaurante - pessoa colocando moeda no cofre, economia, econimizar
5 minutos para ler

Gerir um negócio do ramo de alimentação às vezes exige mais trabalho e inovação do que administrar qualquer outro. Os custos do restaurante, por exemplo, são altos pois os produtos não têm vida útil longa, a rotatividade de funcionários é maior e o futuro está nas mãos de clientes fiéis. 

Então, como um restaurante pode economizar dinheiro operando na capacidade máxima? É possível, no entanto, para não abrir mão da qualidade, é preciso se atentar a algumas dicas essenciais. Veja a seguir!

Como reduzir custos do Restaurante, sem sacrificar a qualidade?

A resposta para essa pergunta pode depender de muitas variáveis. Cada tipo de negócio ou operação pode ter também um porte e um grupo de custos.

Por se tratar de um negócio, em sua maioria, ainda físico, os custos tendem a crescer conforme a operação também aumenta. No delivery, a lógica pode ser similar – mesmo considerando que o restaurante roda online. Então como equilibrar as contas?

Faça esse exercício simples:

1. Classifique os custos como cruciais ou opcionais

O que exatamente é um custo vital versus o que pode ser eliminado? Essa é uma das perguntas mais importantes que um dono de restaurante deve fazer a si mesmo. 

Ao reduzir os custos desnecessários, os proprietários podem economizar muito dinheiro todo mês. “O ketchup extra é vital?” “Podemos reduzir os gastos com papéis?”. Se a resposta e esses tipos de perguntas, for não. isso pode significar mais dinheiro no seu caixa.

2. Diminua o tamanho do cardápio

Alguns itens do seu cardápio são mais populares do que outros, que vendem muito pouco, então por que não eliminá-los completamente? Ao eliminar itens impopulares, economiza-se dinheiro na compra de insumos, reduzindo os ingredientes relacionados. Você pode aplicar a engenharia do cardápio para ajudar nessa avaliação.

Sobras de produtos que ainda estão frescos, também podem ser reutilizados, não é? Execute um prato especial usando esses ingredientes. Usar o máximo dos produtos e reavaliar itens do menu significa menos gastos pra você. Com um pouco de criatividade e seguindo estas dicas simples, poupar dinheiro pode virar uma nova rotina.

3. Melhore as práticas de contratação

De longe, um dos custos mais caros para um restaurante é a equipe. Entre os salários por hora, benefícios e até mesmo treinamento, o custo dos funcionários tende a ser alto.

Contratar as pessoas certas diminuirá a rotatividade, diminuindo também os custos de treinamento e aumentando a receita por meio da satisfação do cliente. 

Uma vez que os membros certos da equipe estão a bordo, certifique-se de ter um programa de reconhecimento para recompensar os excelentes funcionários e incentivar e promover as melhores práticas.

4. Peça sugestões aos funcionários

É isso mesmo. Quem conhece um restaurante melhor do que aqueles que trabalham na linha de frente? Os funcionários muitas vezes estão cheios de ideias que a administração nunca imaginou. 

Pedir aos funcionários conselhos sobre como reduzir custos do restaurante tem dois benefícios muito claros. Um deles é identificar áreas negligenciadas. O outro, é permitir que os colaboradores também opinem e participem das melhorias. Quem participa atividade e não tem medo de falar também se sente mais valorizado.

5. Automatize processos

A tecnologia também é outra aposta para reduzir os custos do restaurante. Isso até parece contraditório, não é mesmo? No entanto, ao automatizar processos e atividades que são mais manuais, você pode ganhar mais escala.

Além disso, pode liberar tempo dos seus funcionários que, então, podem focar em atividades mais importantes. E isso vale também para os serviços que são oferecidos aos clientes finais e não só aos “bastidores”.

Disponibilizar cardápios em tablet e ao permitir o autoatendimento, os clientes ganha mais autonomia. Por outro lado, seus garçons deixam de ser apenas “tiradores de pedidos”. Especialize seu equipe no atendimento e deixe as atividades como fazer pedidos, muito mais simples.

Não pense apenas em inovação, mas sim em utilidade. Aposte em soluções que possam facilitar a vida dos seus colaboradores e dos consumidores.

Custo x Qualidade

Geralmente, ao falar em redução de custos do restaurante é bem comum pensar que isso irá afetar a qualidade. Essa preocupação até faz sentido, justamente para garantir que isso não ocorra.

Se você precisar reduzir o tamanho da sua equipe atual, pense em como fazer isso sem que a experiência do consumidor seja prejudicada. Se decidir trabalhar com alguma promoção no seu menu, não pense que isso deve ser sinônimo de produto de menor qualidade.

Preços de pratos mais baratos nos restaurantes não pode ser encarado como algo negativo. Você pode popularizar sua tabela de preços e criar promoções, mas deve oferecer uma comida ou bebida com qualidade correspondente.

Ter um padrão de atendimento e manter a reputação que você conquistou deve ser um objetivo. É preciso pensar que um cliente satisfeito voltará a pedir em seu restaurante e ainda pode indicar novos clientes. Portanto, cortar custos do restaurante não pode nunca significar perder qualidade.

Adaptado e traduzido de FastCasual.

Você também pode gostar